quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Vida em Revista



Bem, como sabem, terminou meu tempo de estágio na Prefeitura. Estou agora estagiando na Revista deste grandíssimo centro urbano (Jales), com diagramação, publicidade e afins. Enfim, agora na minha área, embora ficar por aqui não esteja nos meus planos. E diria que não é apenas um estágio, é um teste de paciência!

Estava tudo muito bonito, muito bacana, muito legal, até deparar-me com os primeiros contratempos nesta última semana: “Clientes pé no saco”. Essas pessoas mal-educadas ou que não sabem o que querem e fazem você mudar o layout 357 vezes em um dia. Pessoas são extremamente complicadas! Perguntei-me nesta semana, pelo menos umas 3 vezes, o porquê de não ter dado continuidade ao meu sonho de ser médica legista. Certamente, nunca teria problemas com meus futuros clientes. Absolutamente, nunca reclamariam do meu trabalho. Mas, como tudo na vida tem um porquê, eu estava predestinada a ser publicitária.

Bem, na verdade, eu posso a qualquer momento trabalhar vendendo côcos em alguma praia por aí. Cabeça fresca e tals, um futuro promissor.

Entretanto, estou aprendendo muito! Um pouco mais de Photoshop, Indesign, Corel, e principalmente um pouco mais a arte da paciência. Sempre fui uma pessoa calma, até me “tirarem do sério”. Mas lá estou, percebendo como tudo é realmente muito corrido e com prazos curtíssimos. Quando estagiei em em São Paulo, me assustei com a correria e imaginei: “Pô, é assim porque é uma empresa grande e pá, em outras agências deve ser muito mais fácil”. Me enganei, claro. Mas foi isso que eu escolhi.

E durante esses dias, em meio à correria, quando se aproxima o fechamento da edição, quando você tem menos de 24 horas pra entregar tudo prontinho, é que a gente sente aquele desespero, aquela vontade imensa de espancar o chefe, o cliente, o concorrente, que você sente que seus nervos já estão a "flor da sua pele", que você sente vontade de gritar e de bater com sua cabeça na parede perguntando-se porque não seguiu a profissão que a sua avó queria de professora de primário, aguentando diabinhos, ou porque não concluiu o curso de enfermagem e casou-se com um médico milionário como Dr. Hollywood.

E sabe por que, ainda assim, eu escolhi trabalhar com isso?
Porque é impagável ver seu produto chegar lindão da gráfica, tudo alí prontinho, aquilo que você trabalhou arduamente durante dias para construir! Porque é gratificante as pessoas abordarem você na rua dizendo o quanto gostaram do seu trabalho. Porque o pessoal gosta mesmo, elogia. Porque pouca gente sabe o quanto a gente se esforça. Porque a gente trabalha até as 11 da noite mas tem direito a pausa pra pizza (com uma pitada de brainstorm)! Porque publicitário PODE “se achar o cara” com tudo isso.

E eu amo publicidade. Porque eu amo ter idéias de madrugada e anotar num papel pra colocar em prática no dia seguinte, porque eu adoro ver outdoors nos grandes centros urbanos também, porque eu choro inclusive assistindo comerciais de ração pra cachorros, porque eu amo arte. Porque a gente pensa, que de alguma forma, pode mudar o mundo ou pelo menos tocar o coração de algumas pessoas (mesmo que os clientes “pé-no-saco” não estejam incluídos nessa lista), porque a gente gosta de ser diferente e fazer a diferença. Porque fazer tudo isso, não envolve apenas criatividade, envolve entusiasmo, amor, emoção, suor, inspiração, noites sem dormir, e o principal: PACIÊNCIA!


Publicidade também é uma arte!

4 comentários:

Lucilene Lungatto disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lucilene Lungatto disse...

Tenho que parabenizar a Revista Interativa, pelo belíssimo presente, que há 1 mês eles ganharam! *-*

Você é extremamente, excepcional!!
Muita boa sorte nessa nova etapa da sua vida! Todo Sucesso pra ti.

Mal posso esperar pra ver a nova edição da revista =DDD

Saudades querida.

Bruna disse...

Kah!

Acho que todo trabalho tem seus pontos positivos e negativos, mas como voce mesmo disse, não há preço no mundo que pague a satisfação de ver algo feito pela gente!

Beijos

Odilei disse...

:) este desenho tem tudo a ver com o tema

http://www.brainstorm9.com.br/2009/11/06/as-aventuras-de-mario-o-publicitario-74/