quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Faltou nossa música...


O que eu mais sinto é que não tivemos uma música. Não tivemos tempo. Uma música que fizesse eu me lembrar de você quando ela tocasse. Uma música que, se se eu sentisse uma saudadezinha lá no fundo, dessas que não doem, bastaria ouvi-la para me lembrar que foi bom.

Sinto porque nosso tempo foi curto. Não tivemos tempo de descobrir a sobremesa preferida um do outro. Não deu pra saber se você tem alergia a pimenta, aversão a jiló ou paixão por sushi. Mas sei que você não estranha café gelado.

Eu também sinto porque não tivemos tempo de amanhecer. Aquela sensação gostosa de acordar junto e ir até a padoca da esquina tomar café. Ver o seu cabelo bagunçado e o moletom amarrotado. Não senti seu abraço embaixo do edredom num dia chuvoso. Ah, mas eu me lembro do seu abraço mesmo assim. E da gente olhando a chuva também.

Não deu tempo e eu sinto. Sinto que não descobri qual foi o melhor dia da sua vida. A música que faz você viajar. Qual é o seu grande sonho ou aquilo que faz o seu coração vibrar. E bem por acaso descobri que seu encanto por Astronomia foi inspirado pelo seu avô – não tive tempo de te contar que o meu foi pela minha avó.

Sinto muito por não ter tido tempo de descobrir o que faz os seus olhos brilharem. E nem do que você mais sente falta – ou se sente falta. Não deu tempo de saber se você chora mesmo vendo filme ou se daria risada das minhas piadas sem-graça. Mas te contei que você tem o sorriso mais lindo que eu já vi.

Mas o que eu sinto mesmo, é pela música. Não tivemos. Então eu escrevi esse texto pra me lembrar de você quando o tempo passar.

sexta-feira, 19 de julho de 2013

Para a vida de alguém


Algumas pessoas não estão preparadas para fazer parte da nossa vida, e talvez nunca vão estar.

Porque para elas, não importa o que a gente faça, o que a gente dê, o que a gente sinta, o que a gente sonhe.

Por mais que façamos o possível para nos tornarmos suficientemente bons e nos desdobremos para ser o que esperam, para elas, nunca seremos.

Porque para elas não importa o que a gente ama, o que a gente busca e tampouco o quanto a gente se esforça.

Elas não estão preparadas – ou talvez realmente não queiram - ser especiais na vida de alguém.

Entenda e aceite.

Elas vão seguir suas vidas assim.

E a gente vai seguir e encontrar alguém disposto e preparado para fazer parte da nossa.

quinta-feira, 4 de julho de 2013

Antiga Benção Celta

Li em um blog, gostei e decidi compartilhar.


"Que o caminho venha ao teu encontro,
Que o vento sempre sopre às tuas costas,
E a chuva caia suave sobre teus campos,
E até que voltemos a nos encontrar,
Que Deus te sustente suavemente na palma de sua mão.
Que vivas todo o tempo que quiseres,
E que sempre o possas viver plenamente,
Lembras sempre de esquecer as coisas que te entristeceram.
Porém nunca esqueças de lembrar daquelas que te alegraram...
Lembras sempre de esquecer os amigos que se revelaram falsos,
Porém nunca esqueças de lembrar daqueles que te permanecem fiéis.
Lembras sempre de esquecer os problemas que já passaram...
Porém nunca esqueças de lembrar as bençãos de cada dia,
Que o dia mais triste de teu futuro,
Não seja pior que o dia mais feliz de teu passado.
Que o teto nunca caia sobre ti,
E que os amigos reunidos debaixo dele nunca partam...
Que sempre tenhas palavras cálidas em um anoitecer frio,
Uma lua cheia em uma noite escura,
E que o caminho sempre se abra à tua porta.
Que vivas cem anos, mas com um ano extra para arrepender-te,
Que o Senhor te guarde em sua mão,
Mas que não apertes muito seus dedos...
Que teus vizinhos te respeitem,
Os problemas te abandonem,
Os anjos te protejam e o céu te acolha,
E que a sorte das colinas Celtas te abrace...
Que as bençãos de São Patrício te contemplem.
Que teus bolsos estejam pesados, e teu coração leve,
Que a boa sorte te persiga, e a cada dia e cada noite,
Tenhas muros contra o vento, um teto para a chuva,
bebidas junto ao fogo...
Risadas que consolem aqueles que amas,
E que teu coração se preencha com tudo o que desejas...
Que Deus esteja contigo e te abençoe,
Que vejas os filhos de teus filhos,
Que o infortúnio te seja leve e breve...
E que ele te deixe rico de bençãos.
Que não conheças nada além da felicidade deste dia em diante,
Que Deus te conceda muitos anos de vida...
Pois com certeza Ele sabe que a terra não tem anjos suficientes...
E assim seja a cada ano e que vivas para sempre."

terça-feira, 2 de julho de 2013

Algumas coisas...


Algumas coisas
 a gente sabe, bem no fundo, que foram feitas pra não dar certo.
Por mais que a gente insista em acreditar no destino, nos sinais que não passam de coincidências ou nos livros com finais sempre felizes.
Algumas coisas a gente tem que deixar passar.
Por mais que isso signifique perder o chão, as esperanças ou ficar presa sozinha num quarto escuro.
Algumas coisas não são como a gente acredita. 
Porque a gente tem mesmo essa mania de idealizar e deixar se seduzir pela mentira.
Algumas coisas a gente tem que jogar fora.
Isso vale para objetos, números de telefone, sentimentos, desejos, certezas e ilusões.
Algumas coisas a gente sente, bem no fundo, que nunca vão voltar.
Aí a gente tem que aceitar. E recomeçar.

sexta-feira, 28 de junho de 2013

Diálogo - Parte I


- Mas eu insisto, não sou o tipo de pessoa que desiste fácil. Sei que um dia ele vai acordar e dizer: "Essa é a garota certa pra mim".
- E de onde vem tanta certeza?
- Coração não se engana, amigo.
- Eu tenho certeza que vai ser diferente. Um dia você vai acordar e dizer: "Ele não era o garoto certo pra mim". E então vai encontrar alguém que te ame desde sempre, e sabe o quanto você é especial.
- E por que tem tanta certeza disso?
- Porque eu te amo. E coração não se engana.
- Mesmo?
- Você quem disse.

quarta-feira, 12 de junho de 2013


Eu quero viajar com você ouvindo e cantando a nossa música;
Eu quero estar com você quando o sol nascer – e quando ele se for;
Eu quero deitar na grama e ficar olhando o céu e a nossa estrela;
Eu quero você me jogando na piscina;
Eu quero ter dois cachorros e alguns gatos;
Eu quero fazer a sua comida preferida e te surpreender;
Eu quero vinho, chocolates e filmes bobos;
Eu quero ouvir você falar do seu dia;
Eu quero pegar a estrada com você sem rumo no fim de semana;
Eu quero a gente dançando na chuva;
Eu quero a gente madrugando na praia;
Eu quero entrar de mãos dadas com você no cinema aos domingos;
Eu quero montar um álbum de fotos só nossas;
Eu quero morrer de rir jogando nosso game favorito;
Eu quero ver você sorrindo;
Eu quero a gente pirando num show de rock;
Eu quero a gente decorando o nosso cantinho e fazendo compras no supermercado;
Eu quero você mexendo no meu cabelo;
Eu quero preparar o seu café;
Eu quero o seu abraço nas noites frias;
Eu quero acordar todo dia e pra sempre ao seu lado.



Eu quero que um dia você leia isso.

domingo, 26 de maio de 2013

:)

Dos conselhos mais bonitos e valiosos que ouvi nos últimos tempos:

"Você tem que ser sincera com seu coração, pois esta é a SUA vida. Faça dela segundo os seus desejos mais importantes para que você não se arrependa de não ter vivido conforme o que seu coração pedia."

Ouça o coração que, lá na frente, tudo se explica!

domingo, 12 de maio de 2013

Vanilla Sky

Hoje o pôr-do-sol me lembrou você. Quero dizer que quando ele é bonito e mistura as cores eu ainda me lembro de você. 

Ainda tenho a foto da última vez que contemplamos juntos o sol adormecer, lembra? Só guardei porque eu não pretendo esquecer. Mesmo que ele já não tenha o mesmo sentido, as mesmas cores - agora amareladas, nem o mesmo brilho - que o tempo apagou.

Quando vem a saudade eu ainda olho para o nosso último pôr-do-sol. E me lembro que eles nunca mais serão os mesmos.


sexta-feira, 8 de março de 2013

Férias

Há muito tempo eu não tinha tanto tempo pra mim. Pra pensar na vida, pra fazer as coisas simples e bobas que me faziam bem. Essas que você só faz quando não tem nada atazanando a cabeça, como ficar horas olhando para o céu procurando desenho nas nuvens, ficar esperando as primeiras estrelas brilharem, ou sentir o chão ficando fofo embaixo dos pés depois da chuva molhar o jardim. Há tanto tempo eu não escrevia pra mim... 
Em poucos dias aqui em Jales já se foram várias folhas de um espiral. Sim, espiral, pois nem me atrevi a trazer o laptop. E talvez, até arrisque a desligar meu celular por alguns dias. Tenho tanta "roupa suja" pra lavar comigo mesma que vai ser bom ficar um tempinho sem falar com ninguém além de mim. 
Vou aproveitar esses últimos dias que me restam na calmaria do interior para repensar minhas decisões. Avaliar as pessoas que quero perto de mim - e as que, por algum motivo, preciso afastar. Pensar no que vale a pena, ou até onde vale a pena. Ter mais coragem para dizer alguns "nãos" - e para dizer "sim" quando achar que devo. Quero também restabelecer algumas metas. Ouvir meus velhos CDs e relembrar de alguns bons momentos. 
Vou arrumar a bagunça do meu armário e do coração - pois naquela correria de sempre, acabei deixando tudo amontoado, pra organizar depois. E então vou poder voltar mais leve, como eu estava há alguns anos. Por enquanto acho que é isso. 
Um beijo e até!


segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Das Amarrações de Ano Novo:


Trazer de volta a pessoa amada em 3 dias é fácil. Quero é ver Pai-de-Santo que despache de vez - e pra bem longe - o Exu do ex da nossa vida.

Pra que trazer de volta alguém que já nos machucou, ao invés de nos livrar de vez do fulano-problema? Pais e mães de santo, favor repensarem suas intenções.

Grata!